10 motivos para amar a Alemanha

Se você lê o blog ou nos acompanha nas redes sociais (Instagram e Facebook), provavelmente já sabe que eu amo a Alemanha e que sempre incentivo quem pensa em viajar ou se mudar para cá. Mas por que eu gosto tanto desse país, de sua cultura e de suas tradições? A resposta está nesta lista que preparei com 10 motivos para amar a Alemanha. Confira a seguir!
10 motivos para amar a Alemanha

Pontualidade

A expressão “pontualidade britânica” bem que também poderia ter como sinônimo a expressão “pontualidade alemã”. Deixe-me explicar: se, por exemplo, na estação de trens estiver escrito que um trem sairá às 9h53min, não ache que ele só andará às 9h55min ou às 10h. Exatamente na hora marcada, ele partirá da estação.

O mesmo vale para encontros, festas, reuniões, entrevistas de emprego… Não tem aquela de marcar um evento pra hora X e saber que os convidados só começarão a chegar na hora X+1, como no Brasil. Aqui a pontualidade é levada muito a sério.


Seriedade e confiança mútua

Percebo que aqui na Alemanha as pessoas levam a vida com bastante seriedade. Não me refiro neste caso à sisudez do povo, mas à seriedade no sentido de agir corretamente e cumprir o combinado (mesmo que “só de boca”). A sua palavra é algo que ainda vale bastante. Além disso, as leis e regras são respeitadas (pela grande maioria). Não tem aquela de querer “dar um jeitinho” pra resolver algo.

No transporte público, por exemplo, não existem catracas: as pessoas compram seus tíquetes e só são eventualmente checadas dentro dos trens, metrôs ou bondes. Se tem gente que burla o sistema? É claro que tem! Mas ele ainda é rentável funcionando dessa maneira, o que é sinal de que a maioria age de forma correta e paga pela sua utilização.


Conservação do meio ambiente

Os alemães são extremamente engajados em causas relacionadas à natureza e ecologia. Você percebe isso no dia a dia, desde a separação do lixo dentro de casa até a variedade de produtos de limpeza ambientalmente corretos.

Sem falar nos eletrodomésticos: os nossos aparelhos de ar-condicionado, por exemplo, são para eles extremamente antiecológicos, tanto que você não os vê para vender por aqui (não é só por causa do frio).

A pesquisa neste sentido também é bastante encorajada. Carros híbridos, energias renováveis, materiais não poluentes são alguns dos principais assuntos do momento. Existe também um esforço grande em preservar áreas verdes dentro das cidades e de despoluir ao máximo rios e lagos.


Segurança

A Alemanha é um país altamente seguro. Você pode andar a pé por suas ruas até mesmo à noite e de madrugada sem ficar morrendo de medo de ser assaltado. Aliás, desde que vim morar aqui me sinto tão segura, que nunca me preocupei com esse e qualquer outro tipo de violência.

É claro que não se deve dar moleza com bolsas, carteiras e pertences mais valiosos, principalmente em locais turísticos ou com maior concentração de pessoas. Mas, em geral, as pessoas tendem a ser honestas e, por isso, a prática de roubos e furtos não é um problema tão presente no dia a dia das pessoas.


Qualidade de vida

Existe um esforço grande para garantir uma boa qualidade de vida à população. Normalmente, quem vive aqui tem cerca de 30 dias úteis de férias (dependendo do contrato de trabalho, é claro!). O domingo é um dia sagrado para o descanso e para a família. A licença maternidade pode durar até 3 anos, e é extensível também ao pai. As cidades organizam (principalmente as maiores) eventos gratuitos durante todo o ano e mantêm grandes áreas verdes estimulando a prática de esportes e a convivência ao ar livre.

Tudo isso, aliado à segurança e às excelentes condições de transporte e saúde, proporciona um nível de qualidade de vida alto a quem aqui vive.

Leia também: Qualidade de vida na Alemanha

Facilidade em viajar

Não é novidade que a malha ferroviária da Alemanha é uma das melhores e mais extensas de todo o mundo. Por aqui também estradas que são verdadeiros “tapetes” para quem viaja de carro ou de ônibus. Sem falar nas promoções de passagens aérea que costumam ser frequentes. Desta forma, é bem fácil e acessível (até pra quem tem o orçamento mais apertado) viajar dentro e fora da Alemanha.


História e tradição

A Alemanha não é só um país cheio de história. Ela faz questão de preservar suas tradições. Você percebe isso pela quantidade de museus, memoriais e festas regionais que acontecem durante todo o ano no país. São séculos de história que você vê conservados ou relembrados nas ruas e nas atrações culturais.

A culinária, os dialetos, os trajes, os costumes… Tudo isso tem o seu espaço e seu devido valor na moderna sociedade alemã.


Leia também:
 Posts sobre a Oktoberfest de Munique e Mercados de Natal de Munique


Muita beleza natural

Lagos, montanhas, florestas, parques, lagos, rios… O que não falta na Alemanha é beleza natural! Uma beleza que se renova quase que totalmente a cada estação do ano, criando paisagens bem distintas.

E como os alemães amam estar em contato com a natureza! Seja numa caminhada no final de semana, na visita a uma estação de esqui durante o inverno, no mergulho em um dos muitos lagos cor verde esmeralda ou nos piqueniques nos parques nos dias ensolarados.


Doces deliciosos

Os doces alemães são uma perdição! Os chocolates, além de deliciosos, são baratíssimos! Além disso, as tortas e sobremesas são uma constante tentação… Alguém me explica como fazer dieta neste lugar???

A boa notícia é que, por aqui, os doces não têm tanto açúcar, sendo, portanto, mais suaves e menos enjoativos.

Leia também: Quanto custam os chocolates na Alemanha?


Amor aos animais

Os animais de estimação são altamente respeitados pela sociedade alemã. Por aqui praticamente não existem animais abandonados. Existem alguns poucos em abrigos muito bem montados, que recebem tratamento, carinho e boas condições de vida.

Os cachorros, por exemplo, são adorados pelos alemães. Normalmente apresentam um comportamento exemplar, sendo bem-vindos na maioria das lojas, restaurantes e também no transporte público.


Leia também:
Como é ter um cachorro na Alemanha

Sobre Márcia Oliveira 78 Artigos
Márcia Oliveira é uma carioca completamente apaixonada por viagens. Atualmente mora em Munique, na Alemanha, onde trabalha como guia de turismo para brasileiros. É formada em jornalismo, tem paixão por fotografia e tecnologia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e receber mensagens dos leitores!

6 Comentário

  1. olá, tenho cidadania e pretendo ir morar na alemanha, estou me informado de tudo para organizar minha vida e ir, mas pretendo levar 2 dos meus 5 gatos e talvez uma dos meus 10 cães, vai ser dificil mas não posso levar os outros, vou achar um lar para cada um antes, obrigada pelas dicas sobre viagem para gatos e carteira de motorista, adoraria manter contato.

  2. Olá Márcia!
    Meu nome é Renato. Sou cidadão português mas eu e minha namorada estamos pensando em morar na Alemanha. Falamos inglês e Já estamos treinando as primeiras palavras em Alemão. Você nos daria alguma dica sobre empregabilidade, custos mínimos para se viver aí…? Grato, Renato.

  3. Olá Márcia,
    Meu nome é Rosângela, moro em SP Brasil, e estou em contato com um alemão há quase 2 anos. Em outubro ele virá para o Brasil para nos conhecermos pessoalmente e organizar nosso casamento. Pretendo morar na Alemanha com ele em 2018, porém não tenho graduação e agora estou aperfeiçoando em curso de beleza ( estética). Será que consigo algo na área ou deveria optar por outra área para trabalhar na Alemanha?
    Bjs

    • Oi Rosangela! Tudo bem? Não sei nada sobre o mercado de estetica por aqui, mas sei que há vários brasileiros trabalhando nesta área. Talvez seja uma boa continuar neste ramo mesmo. O melhor é estudar o mercado da cidade em que irá residir. Boa sorte e abraços!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*