Morar em Munique: idioma, moradia, lazer, trabalho – e muito mais!

Se você pensa em morar em Munique, reuni neste artigo algumas informações relevantes, compartilhando minha experiência vivendo na cidade há cerca de 4 anos.

Morar em Munique sem falar alemão: é possível?

A resposta é “Sim”. Conheço brasileiros e pessoas de outras nacionalidades que não têm tempo ou disposição para aprender o alemão e que decidiram tocar suas vidas apenas falando inglês após virem morar em Munique.

Então quer dizer que apenas o inglês é suficiente para morar em Munique? Na minha opinião, não. Saber a língua faz parte do processo de integração na nova cultura. A maioria das pessoas aqui fala inglês sim, mas há situações em que você terá que saber o alemão. Apenas um exemplo: você receberá cartas dos órgãos oficiais somente em alemão e terá que entender aquela sopa de letrinhas. A menos que tenha um tradutor ao seu lado por grande parte do seu tempo, não falar o alemão pode sim ser frustrante e limitador.

Aprender alemão é muito difícil?

Não vou mentir. Alemão é difícil sim. É um idioma muito diferente do português e do inglês e, certamente, irá exigir dedicação e tempo para ser aprendido. E já aviso que não adianta só fazer curso. É preciso praticar fora das aulas, estudar gramática, fazer exercícios… E, claro, tentar usar a língua ao máximo no dia a dia.

A maior parte das pessoas que conheço leva pelo menos uns 2 anos para conseguir se comunicar de forma razoável, mas ainda não fluentemente. As que se expõem mais à língua tendem a aprender e a ganhar fluência mais rapidamente.

Felizmente, quando vim morar em Munique já tinha sólidos conhecimentos do alemão, porque estudei em escola alemã no Rio de Janeiro durante a infância e adolescência (mal sabia eu que viria morar em Munique alguns anos mais tarde). Mas por não praticar a língua por alguns anos, logo após chegar à Alemanha acabei me inscrevendo em um curso por cerca de 3 meses para recuperar a fluência.

O único curso com o qual tenho experiência em Munique é o Deutsch Akademie. Eu gostei bastante de lá e recomendo pra quem tiver interesse em aprender ou se aperfeiçoar na língua. No Brasil, já estudei no Goethe Institut e gostei bastante do método – existe também tem uma filial do Goethe aqui em Munique, mas sei que ele costuma ser bem mais caro que os demais cursos,.

Os estrangeiros são bem-vindos?

Morar em Munique é conviver diariamente com a diversidade – estima-se que metade da população de Munique tenha origem estrangeira. Munique é uma cidade universitária, economicamente importante e bastante cosmopolita. Basta você caminhar por alguns minutos por suas ruas para notar a variedade de línguas, culturas e nacionalidades que convivem na capital bávara.

Como brasileira, nunca me senti discriminada. E também nunca ouvi nenhuma reclamação neste sentido dos amigos e conhecidos brasileiros que vivem e trabalham aqui. Pelo contrário, quando falo que sou do Brasil, normalmente os alemães abrem um sorriso de orelha a orelha – e mencionam, é claro, a Amazônia, o carnaval e o futebol! 

Aliás, com o envelhecimento da população alemã e taxas de natalidade reduzidas será cada vez mais comum encontrar estrangeiros que vêm morar em Munique (e em outras grandes cidades) devido a incentivos do governo voltados para a continuidade do desenvolvimento econômico do país.

Qualidade de vida e segurança para morar em Munique

Munique normalmente está entre os primeiros lugares nos rankings anuais de cidades com melhor qualidade de vida do mundo. Realmente não tenho o que reclamar neste quesito, principalmente no que diz respeito à segurança, que é um ponto muito relevante  – e acredito que também seja para quem venha de uma cidade grande (e perigosa) do Brasil (como eu vim do Rio de Janeiro).

Em 2019, Munique ficou em terceiro lugar no Ranking mundial de qualidade de vida da Mercer, atrás apenas de Viena (primeiro lugar) e Zurique (segundo lugar). Além disso, Munique também foi considerada a cidade com melhor qualidade de vida na Alemanha. Pra quem mora aqui, isso não é nenhuma surpresa!
Morar em Munique
Ranking Mercer de Qualidade de Vida 2019

Morar em Munique é poder exercer seu direito de ir e vir. Você pode utilizar o transporte público durante o dia (e também durante madrugada) sem medo, pode caminhar nos parques e nas ruas sem ter que esconder seus pertences, pode tirar dinheiro no caixa eletrônico na hora e local que desejar. Aqui o respeito ao próximo e a confiança mútua ainda são valores em uso!

Pra vocês terem ideia, já perdi uma carteira com vários cartões de crédito e uma boa quantidade de dinheiro – e tudo me foi devolvido em perfeito estado, sem um centavo a menos! Também já perdi um celular novo e não houve qualquer problema para tê-lo de volta. Essa tranquilidade definitivamente não tem preço!

É caro morar em Munique?

Nada é perfeito, não é mesmo? Pois é, morar em Munique é uma maravilha, mas custa bem caro sim.

O que mais pesa no orçamento, na minha opinião, é exatamente a moradia. E mesmo estando disposto a pagar caro por uma casa ou apartamento, é bem difícil encontrar algo que esteja disponível, principalmente se você é um estrangeiro sem nenhum histórico de crédito na Alemanha.

Morar em Munique

De forma geral, é uma verdadeira maratona encontrar um lugar para morar. Mas calma, não é impossível! Uma opção é, em um primeiro momento, optar por aluguéis de temporada ou por ficar um pouco mais longe do centro (nas cidades vizinhas). Com perseverança e muita pesquisa, você acha um lugar para morar! Mas saiba que isso pode levar algum tempo.

Aliás, se você vem morar em Munique, não tem muito como escolher um bairro X e determinar que você só quer um apartamento lá. Normalmente opta-se por uma residência que esteja disponível em qualquer lugar da cidade, a menos que você tenha muita sorte de encontrá-la exatamente no local onde deseja se fixar!

Sites com ofertas de imóveis que recomendo para quem vem morar em Munique:

  • Mr Lodge: imobiliária por onde aluguei o apartamento onde vivo desde que cheguei à Munique.
  • ImmoScout: uma boa fonte de pesquisa, mas também muito concorrida. Dizem que o plano pago lhe dá mais chances de achar um imóvel.
Atenção a algumas particularidades: um apartamento com “2 Zimmer” aqui é um quarto e sala (não é um apartamento de dois quartos como tendemos a imaginar). Consequentemente, com “3 Zimmer” terá sala e dois quartos. Você irá ver muito essa terminologia nos anúncios de imóveis e agora já sabe o que significa.

Apenas para você ter uma ideia do valor dos imóveis em Munique, confira abaixo o preço por metro quadrado para apartamentos novos nos diversos bairros da cidade em 2019:
Neubau-Kauf-Map Wohnungen München 2019

Transporte público e mobilidade urbana

O transporte público em Munique interliga toda a cidade e também cidades próximas. Ele é composto por uma rede interconectada de metrô, trens suburbanos, bondes e ônibus. Na minha opinião, é extremamente eficiente, tanto que, pelo menos pra mim, dispensa a necessidade de você ter um carro.

Eu utilizo o transporte público no meu dia a dia e não sinto nenhuma falta de um automóvel próprio para circular na cidade. Normalmente faço 90% das minhas compras via internet (viva a Amazon!). Pra você ter uma ideia, compro até feijão preto brasileiro online! Inclusive faço as compras de supermercado pela internet (no Rewe), e elas são entregues na porta do meu apartamento, na data e horário acordados. Amo essa facilidade!

Bicicletas

E se você curte pedalar, a boa notícia é que Munique é uma cidade bastante plana, onde as pessoas costumam também se deslocar de bicicletas no dia a dia. Há ciclovias em todas as regiões e as bicicletas são uma ótima pedida para quem deseja economizar no transporte público e ainda fazer exercício físico!

Se não tem uma bicicleta, você pode alugar uma com o app MVG More (disponível para iOS e Android) em uma das mais de 120 estações de bikes na cidade. O custo é de alguns centavos por minuto

Viagens a partir de Munique

Diferente da nossa realidade no Brasil, viajar aqui na Alemanha não costuma ser tão custoso, principalmente se você se programa com alguma antecedência. Há inclusive passes promocionais, como o Bayern Ticket, que tornam o valor da passagem de trem dentro da Baviera realmente muito barato em um bate-volta com a família, por exemplo.

Há os trens regionais e trens de longa distância, que partem da estação central de Munique (Hauptbahnhof). Também há uma rodoviária de onde partem ônibus para várias cidades do país e da Europa (ZOB). Ou seja, ao morar em Munique você não terá desculpas para não viajar pela região da Baviera, Alemanha e até mesmo para outros países.

O aeroporto de Munique fica um pouco afastado do centro da cidade e se chama Franz Josef Strauss, mas tem várias opções de conexão com o centro da cidade. O aeroporto tem voos frequentes para mais de duas centenas de destinos no mundo e está entre os seis mais importantes do mundo (dados de 2019).

Viajar de avião também pode ser muito barato se você ficar de olho nas promoções! Eu sempre uso o site Kayak para pesquisar os valores. Aliás, as passagens de avião chegam, muitas vezes, até mesmo a ser mais baratas que as passagens de trem! Exemplo: já comprei uma passagem Munique-Londres por apenas 9 Libras e um tíquete aéreo Munique – Dubrovnik por 35 Euros!

Trabalho em Munique

Munique é uma cidade economicamente forte e bastante representativa para a economia alemã, principalmente no setor de tecnologia e de serviços. Aqui ficam as sedes de empresas como Siemens, Osram, BMW, Man, Allianz, além de outras grandes companhias.

O nível de desemprego gira em torno de 4% e as empresas costumam contratar estrangeiros (inclusive brasileiros) principalmente para as áreas de tecnologia e engenharia. O que é melhor: muitas vagas para profissionais dessas áreas não têm o alemão como pré-requisito. Devido à quantidade grande de estrangeiros que se transferiram pra cá para atuar nesses segmentos, a maior parte das vagas exige apenas o inglês fluente.

Pesquisa divulgada em março de 2019 revelou que 1 em cada 3 pessoas que mora em Munique tem renda igual ou superior a 5.600 Euros.

Você está disposto a mudar de área?

Minha dica é: esteja disposto a experimentar novos tipos de trabalhos e não ache que você se diminui por não atuar na sua área! Isso é bobagem. O importante é fazer um trabalho digno e que lhe garanta seu sustento e, claro, alguma satisfação!

O importante para quem está vindo do Brasil para morar em Munique (ou talvez em qualquer outra cidade do mundo) é estar disposto a trabalhar não só na sua área. A menos que você já venha com um contrato de trabalho assinado, pode ser mais difícil, em um primeiro momento, encontrar o emprego que você deseja, na sua área de atuação/formação.

Eu, por exemplo, sou jornalista e quando me mudei para a Alemanha criei o blog Vou pra Alemanha e me tornei guia de turismo para brasileiros na cidade de Munique e arredores. Tive que estudar muito, abrir empresa, entender sobre leis e impostos na Alemanha…. Mas o esforço teve sua recompensa. Hoje não me falta trabalho! Muito pelo contrário. Além disso tenho muito prazer na minha nova atividade e nem penso em voltar a trabalhar como jornalista no momento.

Capriche no currículo e carta de apresentação

As empresas alemãs gostam não só de receber currículos adequados para uma determinada vaga. Eles normalmente pedem também uma carta de apresentação, onde você explica por que se sente qualificado para aquela oportunidade. Por isso, tenha o currículo atualizado em vários idiomas (inglês e alemão) e capriche sempre nesta carta de apresentação. Alemães são extremamente detalhistas e certamente irão perceber se você enviar uma carta genérica junto ao seu currículo.

Além do perfil atualizado do LinkedIn, você também deve criar um perfil no Xing.de, que é bastante utilizado por aqui e oferece vagas nas mais diferentes áreas.

Opções de Lazer em Munique

Os espaços públicos de lazer estão por todos os lados em Munique. Há vários parques na cidade, que são frequentados não somente na primavera e verão, mas também no outono e inverno. Aliás, sabia que em Munique fica o maior parque urbano da Alemanha: o Jardim Inglês?

Morar em Munique

No inverno, as pessoas não ficam trancadas em casa o tempo todo. Há opções para patinar no gelo, ir até as montanhas para um dia de ski em família ou apenas brincar na neve ou descer algum morrinho de trenó. A diversão é garantida em qualquer época do ano. Veja algumas opções de bate-volta de Munique.

Os alemães amam estar em contato com a natureza – e se você morar em Munique entenderá o quanto isso é gostoso em uma cidade que oferece segurança e muitas opções de lazer sem que você tenha que desembolsar nada!
Sobre Márcia Oliveira 106 Artigos
Márcia Oliveira é uma carioca completamente apaixonada por viagens. Atualmente mora em Munique, na Alemanha, onde trabalha como guia de turismo para brasileiros. É formada em jornalismo, tem paixão por fotografia e tecnologia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e receber mensagens dos leitores!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*