Transferência da carteira de motorista brasileira para a Alemanha

A carteira de motorista brasileira é válida na Alemanha durante um período de 6 meses contados a partir da sua chegada. Após este período, se permanecer no país e quiser dirigir um automóvel, você deverá frequentar uma autoescola e solicitar a transferência da sua carteira para a Alemanha.

Estou passando por esse processo no momento  e tenho duas coisas a declarar: 

  • obter a permissão para dirigir na Alemanha custa caro;
  • existe toda uma burocracia chata (ok, isso é uma redundância) e é preciso ter uma boa dose de paciência e dedicação.

No início, achava um tanto quanto ridículo voltar à autoescola mesmo tendo muitos anos de carteira. Até brincava, dizendo que os alemães achavam que desaprendemos a dirigir depois de 6 meses aqui! Mas agora percebi que há um sentido por trás disso tudo: dirigir na Alemanha é sim bem diferente de dirigir no Brasil.

Ainda não iniciei as aulas práticas nas ruas nem no simulador. Mas ao estudar para a prova teórica, vi que há diferenças significativas não só na sinalização, mas também na maneira de agir no trânsito (as preferenciais seguem uma outra lógica e você não pode apenas confiar nos espelhos, por exemplo).

Como tudo por aqui, o sistema de trânsito é complexo e cheio de regras. E você precisa conhecê-las muito bem para ser um bom motorista.

Para quem tiver interesse, adianto que o processo de transferência da carteira do Brasil para a Alemanha consiste nos seguintes passos:

  • Tradução juramentada da carteira brasileira na ADAC.
  • Matrícula numa autoescola de sua preferência. Neste momento você receberá o acesso a um site/aplicativo para treinar para a prova teórica. Você também poderá frequentar as aulas presenciais na autoescola, mas isso não é obrigatório.
  • Curso de Primeiros Socorros (são 7 horas e meia de aula em um único dia) – ufa!
  • Exame de vista (pode ser feito em qualquer ótica)
  • Levar documentos ao “Detran” daqui para investigação do seu passado ao volante: carteira de motorista brasileira original, foto de passaporte, certificado do curso de primeiros socorros, comprovante de pagamento de taxas, comprovante de matrícula na autoescola e de registro na cidade de residência (Anmeldung).
  • Prova teórica (você escolhe a língua em que prefere fazer a prova)
  • Aulas práticas e no simulador (são opcionais para quem tem carteira válida no Brasil, mas importantes para pegar dicas do que os examinadores exigem na prova teórica)
  • Prova prática (somente em Alemão)

Importante dizer que para tirar a primeira habilitação na Alemanha, as regras e etapas são outras. Além disso, prepare o bolso: a primeira habilitação custa ainda mais caro do que a transferência!

Enfim, espero passar logo por esse (longo) processo para, muito em breve, ter em mãos a minha carteira de motorista alemã!

Vai pra Alemanha?
Não deixe de incluir Munique no seu roteiro e de conhecer os nossos tours personalizados para brasileiros na cidade!

Teremos um imenso prazer de levar você pessoalmente para explorar o melhor da cidade e da região da Baviera!

Veja aqui o depoimento de brasileiros que já passearam conosco!

5 Responses

  1. Na verdade é inútil sim, e de certa forma preconceituoso. Cidadãos dos EUA podem simplesmente pedir pra converter a carteira , sem nenhum teste. Isso mesmo, o lugar que nem aulas você tem, e basta fazer um exame com 16 anos. Mas toda essa burocracia para os não amigos. Surreal. Outros países, com a Holanda, você consegue simplesmente transferir sem problemas.

    1. Na verdade, se você está indo para um país, deve seguir as regras do jogo desse país. Com certeza se não gosta de burocracia e de seguir regras, a Alemanha não é um lugar pra você.

    2. Realmente Henrique , uma burocracia sem fundamento. Eu vi como há uma máfia de auto escolas. Em qualquer cidade de 100 mil habitantes tem pelos menos 30 auto escolas. Elas enriquecem nas custas dos estrangeiros que precisam fazer uma transferencia de carteira de motorista. São pelo menos 1500 euros , se voce não tiver que repetir os exames teoricos e práticos. Preparem o bolso.

  2. Esse texto deve ser bem antigo. Não é preciso pegar nada no DEtran para fazer a transcrição da carteira na Alemanha.
    Inclusive o prazo de fazer transcrição caduca, se voce entrar na Alemanha, depois fazer renovação da CNH no BRasil.
    Isso msm. Vc perde a opção. Começar do zero é mais interessante. PQ é impossível vc fazer prova teórica e prática, sem sequer estudar. Pra isso, vc pode economizar a taxa da auto escola sim. Mas vai gastar com tradução. Cada um tem que por na balança.
    Como o colega abaixo falou, preconceito puro. Pq quase obrigam os brasileiros a fazer quase tudo de novo, agora pergunta se nosso Detran faz isso com eles?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *