Palácio Herrenchiemsee: o “Palácio de Versalhes da Baviera”

O Palácio Herrenchiemsee é, na minha opinião, o que possui interior mais rico e bonito, se considerarmos os outros dois palácios construídos pelo Rei Luís II da Baviera (o Castelo Neuschwanstein e o Palácio Linderhof).

Palácio Herrenchiemsee

Localizado em uma ilha no lago Chiemsee, o Palácio Herrenchiemsee é um tributo ao Luís XIV da França (também conhecido como “Rei Sol”), a quem o Rei Luís II da Baviera admirava grandemente. 
© Bayerische Schlösserverwaltung  (Foto: Bavaria Luftbild Verlags GmbH) www.herrenchiemsee.de

A maior parte dos turistas que entra em contato para tours com guia brasileira em Munique e Baviera desconhece a existência do Palácio Herrenchiemsee.  Mesmo diante de tanta beleza, o Palácio ainda é um destino pouco divulgado e visitado no exterior, embora seja muito querido e conhecido aqui dentro da Alemanha.

Palácio Herrenchiemsee: uma réplica do famoso Palácio de Versalhes

Com o Palácio Herrenchiemsee, o Rei Luís II da Baviera tentou criar uma réplica do interior e dos jardins do Palácio de Versalhes, localizado nas proximidades de Paris. Tudo isso sem finalidade prática, porque o palácio era apenas um lugar de culto à arte francesa e ao Rei Sol.

Palácio Herrenchiemsee

O arquiteto responsável pelo projeto do palácio precisou estudar exaustivamente o Palácio de Versalhes, até mesmo os cômodos que não existiam mais, para serem reproduzidos tal qual a versão original na Baviera.

A construção teve início em 1878, mas 7 anos mais tarde teve que ser interrompida por falta de recursos. Como o Rei morreu precocemente aos 40 anos, a obra não foi concluída. Mesmo assim, vale muito a pena visitar o luxuoso palácio!

Palácio Herrenchiemsee
© Bayerische Schlösserverwaltung www.herrenchiemsee.de
O único palácio finalizado do Rei Luís II da Baviera foi o Palácio Linderhof. O famoso Castelo Neuschwanstein, sua grande obra, também permaneceu inacabada.

Imagine só: entre várias outras salas magníficas, no Palácio Herrenchiemsee há a Grande Sala dos Espelhos, com 98 metros de comprimento e 23 janelas. Cada janela fica em frente a um enorme espelho para refletir a luz do dia e a água dos chafarizes do jardim. Lá dentro da sala dos espelhos ficam também 35 lustres e 52 candelabros, totalizando 2.200 velas. Quem já visitou o Palácio de Versalhes certamente irá se lembrar dessa sala!

Palácio Herrenchiemsee
Fotos do site do Palácio Herrenchiemsee – www.herrenchiemsee.de
Aliás, logo na entrada já temos a dimensão de toda a riqueza que se encontra no palácio com esta escadaria feita em mármore e em outros elementos que imitam mármore, que, por incrível que pareça, custavam mais caro que a pedra mármore em si.

A decoração e os móveis também são um espetáculo à parte: foram encomendados no ano de início de construção do palácio e demoraram 7 anos para serem finalizados – além de ouro e trabalhos de tapeçaria incríveis, há no Palácio Herrenchiemsee até mesmo um armário feito com couraça de tartaruga marinha!

O apartamento do Rei no Palácio Herrenchiemsee

Além das salas que usaram Versalhes como modelo, o Palácio Herrenchiemsee conta com uma ala onde fica o apartamento do Rei Luís II, contendo dormitório privado, escritório, sala de refeições, sala de banho e quarto de vestir, entre outros cômodos.

Palácio Herrenchiemsee
Fotos do site do Palácio Herrenchiemsee – www.herrenchiemsee.de

Um dos cômodos que mais me chama atenção nesta ala do Palácio Herrenchiemsee é a sala de refeições, que possui um lustre espetacular, todo feito com a famosa porcelana de Meissen. E sabe de uma coisa? Depois de ter o seu lustre pronto, o rei mandou destruir todos os rascunhos e modelos necessários à sua fabricação para que ninguém no mundo tivesse a possibilidade de possuir outro igual!

Também na sala de refeições, outro detalhe interessantíssimo é que a mesa se localiza sobre uma espécie de elevador. Na hora das refeições, a mesa era baixada até o térreo para ser servida e arrumada pelos funcionários. Em seguida, ela era novamente elevada ao nível da sala de jantar, através de um mecanismo que também conhecemos durante a visita ao Palácio Herrenchiemsee. Incrível!

A sala de banhos é outro ponto que chama a atenção. Ela possui uma banheira de mármore, que mais se parece uma piscina, coma capacidade para 60.000 litros e que demorava 4 horas para ficar cheia! Muito trabalho e água para apenas um banho, não acham?

Como visitar o palácio

Quando levamos nossos turistas ao Palácio Herrenchiemsee saindo de Munique fazemos um trajeto envolvendo trem, ônibus ou maria fumaça, barco e charrete. Falando assim parece muita coisa. Mas, durante todo o percurso, o panorama é tão encantador que ficamos inebriados com tanta beleza.

O trajeto até o Palácio Herrenchiemsee é lindo, principalmente durante a viagem de barco no lago Chiemsee. Suas águas verdes e cristalinas têm ao fundo os Alpes com os picos nevados em boa parte do ano.

Durante os meses quentes, temos a possibilidade de fazer o trajeto de barco na parte externa. Nos meses mais frios, há uma área fechada no barco e a visitação ao palácio continua sendo possível.

Quer visitar o Palácio Herrenchiemsee com uma guia brasileira?
Sou apaixonada pelos castelos do Rei Luís II e terei grande prazer em acompanhar você e seu grupo em um tour privativo ao Palácio Herrenchiemsee. Basta enviar uma mensagem, que lhe responderemos com todos os detalhes deste passeio incrível!
Sobre Márcia Oliveira 109 Artigos
Márcia Oliveira é uma carioca completamente apaixonada por viagens. Atualmente mora em Munique, na Alemanha, onde trabalha como guia de turismo para brasileiros. É formada em jornalismo, tem paixão por fotografia e tecnologia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e receber mensagens dos leitores!

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*