Roteiro no Lago de Constança

O Lago de Constança é o maior e mais profundo lago na Alemanha. Ele fica na divisa entre a Alemanha, a Áustria, a Suíça e pertinho do Principado de Lichtenstein. Em alemão, ele é chamado “Bodensee”.

A seguir vou contar a vocês sobre a minha experiência de visitar Konstanz, Mainau, Meersburg e Lindau, com dicas do que fazer, onde ficar e com o que é imperdível em cada uma dessas cidades. Aliás, além delas, também tirei um dia para conhecer a pequena Vaduz, em Lichtenstein.

Mas já adianto que é um passeio incrível, repleto de belezas naturais e arquitetônicas, ótimo para os meses mais quentes do ano (entre maio e setembro)!



Konstanz (Constança) no Lago de Constança

Konstanz é a maior cidade do Lago de Constança. Mesmo assim, preserva suas características medievais e aquele clima gostoso de cidade pequena alemã. <3

Lago de Constança visto da cidade de Konstanz

Em Konstanz, vale a pena percorrer a pé o centro histórico até o porto e parar em um dos inúmeros barezinhos, sorveterias e restaurantes para curtir o clima alegre da cidade. No centro histórico, existem construções lindas e vistas encantadoras do Lago de Constança.

Uma das principais atrações de Konstanz é a ilha de Mainau, que vocês vão conhecer logo a seguir através de dicas e fotos! 🙂

Dicas de Konstanz

A partir de Konstanz, você pode ir de barco para praticamente qualquer cidade do lago.
Existe um ferry para passageiros e automóveis, que faz o trajeto de Konstanz até Meersburg, uma cidadezinha imperdível, que é parada obrigatória para quem visita o Lago de Constança.
A melhor forma de conhecer a "Ilha das Flores" (chamada "Mainau") é a partir de Konstanz.
Se você quiser explorar a cidade com calma, fique um dia inteiro por lá. Nós conhecemos o centrinho e a parte do porto em uma tarde durante o verão alemão (mas leve em conta que, nesta época, os dias são mais longos por aqui).

  Site oficial de Konstanz

Onde ficar em Konstanz: dica de hotel

Eu me hospedei no hotel Ibis Styles Konstanz, que fica próximo ao centro e bem em frente a um supermercado Aldi e ao lado de um Burger King.

O hotel tem a temática do Lago de Constança: o carpete dos corredores é de pedras, o dos quartos imita a água, a recepção é repleta de peixes… Tudo bem moderno e bonito!

Além disso, o hotel tem uma boa estrutura, ótima limpeza e estacionamento próprio. Foi uma ótima relação custo/benefício, levando em conta que o hotel oferece um excelente café da manhã, já incluso na diária.

Hotel Ibis Styles Konstanz, onde nos hospedamos


Mainau no Lago de Constança: A Ilha das Flores

Mainau é uma ilha que tem acesso por terra a partir de Konstanz. Nós fomos de carro e atravessamos uma ponte até a parte insular. Lá dentro você caminha praticamente um dia todo, vendo flores, paisagens, videiras, árvores centenárias, um palácio e panoramas de tirar o fôlego do Lago de Constança.

Um dos cartões-postais da Ilha das Flores

Mainau é uma ilha que é praticamente um jardim botânico. Ela é famosa por ser a "Ilha das Flores", porque, durante a primavera e o verão, fica repleta de flores lindas e coloridas! Aliás, além das dezenas de canteiros e jardins que você encontra por lá, há também lindas esculturas de flores!

A estrutura turística é muito boa - existem banheiros, lojinhas de souvenirs e Biergarten para as refeições. A sinalização também é excelente e, na entrada, você recebe um mapa bem explicativo da ilha para se orientar. Não tem erro!

Mapa de Mainau

Além disso, quem vai com crianças, encontra parquinhos e opções para entreter os pequenos. É um passeio bem legal para se fazer em família!

Você sabia que a ilha Mainau pertence e é administrada pela família aristocrata sueca Bernadotte?

O que é imperdível em Mainau

Na minha opinião, os lugares mais bacanas da ilha de Mainau são:

  • O jardim do palácio, que estava repleto de rosas de diversas cores no verão. O perfume das flores podia ser sentido de longe!
  • O borboletário, que é um dos maiores da Alemanha e possibilita vermos várias espécies de borboletas vivendo em um ambiente lindo e com temperatura controlada. Sem falar nos quitutes que fazem a alegria das borboletas: frutas penduradas por todos os lados são um convite a um banquete das borboletas e à observação bem de perto desses insetos que são maravilhas da natureza!
Uma aglomeração de borboletas "comendo" um pedaço de laranja no borboletário da Ilha Mainau
  • A ilha é aberta à visitação durante o ano todo, mas se quiser ver rosas, sua visita deve ser entre junho e setembro. A época das dálias é de final de agosto até o final de outubro.

Dicas de Mainau

Separe um dia inteiro para este passeio.
Em períodos de alta temporada, compre seu ingresso online para evitar filas (a entrada na ilha é paga).
Você pode levar o seu lanchinho e fazer sua refeição em um dos vários banquinhos virados para o lago!
Além de poder chegar à Mainau de carro (existe um estacionamento na entrada da ilha), você também pode acessá-la de barco de várias cidades do Bodensee.

  Site oficial de Mainau

Lindau no Lago de Constança

Lindau também é uma cidade-ilha pela qual eu me apaixonei logo de cara. Seu centrinho histórico com prédios seculares é romântico, florido, muito bem preservado.

Porto de Lindau, com vista para o Lago de Constança

O legal é largar o mapa e se perder por suas ruazinhas sem rumo - é certo que você sempre sairá em um lugar lindo de viver! E faça tudo a pé, porque não há necessidade nem estrutura de estacionamento para percorrer a cidade de carro.

No porto, você tem várias possibilidades de hotéis e restaurantes. É nele que fica o principal cartão-postal de Lindau: o leão da Baviera e o farol mais ao sul da Alemanha.

Porto de Lindau

Onde ficar em Lindau: dica de hotel

Eu me hospedei em um hotel que fica dentro do centro histórico. O prédio é secular, mas muito bem preservado. O quarto era bem amplo, arejado e limpo. O atendimento da recepção também foi ótimo - inclusive, ganhamos um vale para utilizar o transporte público da cidade gratuitamente!

Por isso, recomendo o Hotel The Medusa a quem quiser se hospedar em Lindau, tendo a facilidade de percorrer toda a cidade a pé!

Quarto do hotel The Medusa, em Lindau

Dicas de Lindau

Fique pelo menos um dia inteiro para conhecer e curtir a cidade sem pressa!
A partir do porto de Lindau saem vários passeios de barco para outras cidades no Lago de Constança, inclusive para ilha Mainau (Ilha das Flores)


  Site oficial de Lindau

Dando um pulo em Lichtenstein a partir de Lindau

Como estávamos muito próximos ao Principado de Lichtenstein, resolvemos conhecer sua capital, Vaduz, saindo de Lindau, na Alemanha.

Castelo de Vaduz com os Alpes ao fundo

Vaduz é bem pequena, assim como Lichtenstein, o sexto menor país do mundo. A paisagem se parece muito com a da Suíça e a moeda local é o Franco Suíço. Não há muito o que fazer na cidade. Visitamos uma igreja, fomos até o Castelo (que não pode ser visitado) e almoçamos por lá.

Em Lichtenstein, a população tem um poder aquisitivo altíssimo, o que obviamente se reflete nos preços: dois hambúrgueres e quatro garrafinhas de Coca-Cola saíram pela bagatela de 70 Euros em Vaduz! Sem falar, que a gasolina era muito cara por lá…

Enfim, depois de uma breve visita a Vaduz, retornamos à Alemanha, riscando mais um local do nosso mapa de países visitados. 🙂

Meersburg no Lago de Constança

Taí uma gracinha de cidade que você tem que conhecer! Situada numa região produtora de vinhos à beira do Lago de Constança, é uma ótima parada para almoço ou até mesmo para passar o dia.

Ruazinha simpática de Meersburg

Meersburg tem uma atmosfera leve, jovem, que contrasta com séculos e séculos de suas construções históricas!

Um pedacinho lindo da cidade de Meersburg

  Site de Meersburg

Dica de Meersburg

Vá com roupas e calçados confortáveis! O centrinho histórico fica em uma encosta e, para ver o Lago de Constança, você deverá descer. Mas, é claro que depois, você terá que ter disposição para subir tudo de volta.
Não existem muitos estacionamentos na entrada do centro histórico. Em épocas de alta temporada, opte por chegar cedo para conseguir uma vaga, se estiver de carro.

Roteiro pelo Lago de Constança

Como já disse anteriormente, o meu roteiro pelo Lago de Constança foi feito de carro.

Viajando de carro entre as cidades do Lago de Constança

A divisão de passeios e cidades visitadas ao longo de quatro dias se deu da seguinte forma:

  • Dia 1: Saímos de Munique em direção a Lindau. Conhecemos a cidade no resto do dia e pernoitamos por lá.
  • Dia 2: Fomos até Vaduz, a capital de Lichtenstein. Almoçamos e passamos algumas horas por lá e seguimos em direação a Konstanz, onde nos hospedamos.
Dica importante: nos trajetos de carro Lindau->Vaduz e Vaduz->Constanz, configuramos o GPS do carro para não passar pela Suíça. Não temos nada contra a Suíça, mas apenas evitamos de pagar pelo selo de pedágio exigido para trafegar pelas suas rodovias, que custa quase 40 Euros e vale por 1 ano (não existe selo com menor período de validade. Optamos por passar por estradas alemães e austríacas somente. Na Alemanha, não há pegágios nas estradas. Na Áustria, compramos um selo chamado Vignette, que custou menos de 10 Euros para 10 dias.
  • Dia 3: Visitamos a Ilha de Mainau a partir de Konstanz. No resto do dia, ficamos no centro de Konstanz.
  • Dia 4: Saímos cedo de Konstanz, paramos para conhecer Meersburg e seguimos em direção a Munique, onde moramos.

Não gostamos de correria em viagens, por isso fizemos todos os passeios com calma. Assim, acredito que quatro dias sejam ideais para quem deseja conhecer o principal do Lago de Constança. E como gostei muito desta região, a ideia é voltar em breve para explorar outras cidadezinhas pitorescas nos arredores. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *