Campo de tulipas na Holanda? Não, em Munique, na Alemanha!

Em abril de 2019 foi inaugurado um lindo campo de tulipas em Munique. E é claro que nós fomos lá pra contar tudo a vocês sobre esse lugar maravilhoso, o “Keukenhof da Baviera”!

O maior campo de tulipas da Baviera

Campo de tulipas em Munique
Muitas cores e diversos tipos de tulipas para apreciar e fotografar

O campo de tulipas que visitamos em Munique se chama Tulpengarten. Ele foi idealizado por uma tradicional família produtores holandeses, que se propuseram a trazer um pedacinho da Holanda para a Alemanha, já que os alemães são grandes apreciadores e consumidores de tulipas.

O Tulpengarten ocupa uma área de 20.000 m² e lá existem 150 tipos diferentes de tulipas e cerca de 350.000 flores. Vale a visita – é lindo de viver!
Campo de Tulipas que lembra a Holanda
Várias referências aos símbolos da Holanda

Lá dentro tem até um moinho e tamancos de madeira pra gente se sentir na Holanda, embora estejamos a “apenas” 821 km de distância de Amsterdam! 🙂

Leia também:

Um passeio diferente de primavera

A visita ao campo é um lindo passeio em família. Além de render lindas fotos, é possível colher as próprias tulipas. Logo na entrada, você pega uma cestinha de palha para ir armazenando as suas flores, que devem ser arrancadas o mais próximo possível da raiz. Por isso, não é preciso levar tesouras ou facas, apenas as mãos mesmo!

Preciso confessar que dá uma certa pena de arrancar as flores daqueles canteiros lindos e coloridos… Mas elas estão ali justamente para isso, né?
Nossa colheita: os botões logo após serem colhidos e as tulipas no dia seguinte, já quase todas abertas

Nós trouxemos 6 botões para casa e hoje, já com eles abertos, dá uma alegria imensa olhar para as flores e me lembrar daquela tarde maravilhosa de sol no Tulpengarten! <3

Leia também:

Informações práticas sobre o campo de tulipas em Munique

Tulpengarten em Munique
Vista do fundo do campo de 20 mil m²
  • O Tulpengarten abriu no mês de abril de 2019 e deve funcionar diariamente até o meio do mês de maio (mas tudo depende das condições climáticas, que variam de ano para ano). Por isso, sempre vale a pena checar o site deles para saber se o campo ainda está aberto para visitação.
  • Ainda não sei quais são as datas de funcionamento previstas para 2020.
  • Ele se localiza no bairro Johanneskirchen, que é um pouco afastado do centro, mas acessível através do transporte público. Utilizando trem ou ônibus você precisará caminhar cerca de 15 minutos da estação/ponto de ônibus até o campo. Nós optamos por pegar um Uber e descemos bem em frente à sua entrada, que fica na Gleißenbachstraße.
  • O ingresso custa 7 Euros e cada pessoa tem direito a levar 3 tulipas para casa.
  • Para cada tulipa extra, o valor cobrado é de 1 Euro por flor.
  • Pelo menos neste primeiro ano, não existe ainda uma estrutura com café/lanchonete dentro do campo. Por isso, vale a pena levar água e algum lanchinho. Bem no fundo do campo, existem alguns banquinhos e mesas para piquenique.

Leia também:

Curiosidades sobre as tulipas

Campos de Tulipas
São mais de 150 tipos de tulipas! Difícil escolher qual delas colher.

Eu amo tulipas e me apaixonei ainda mais quando visitei o parque Keukenhof, perto de Amsterdam, em 2018! E gostei de saber essas curiosidades sobre uma das minhas flores preferidas:

  • As tulipas são originárias da Turquia e começaram a ser plantadas na Holanda no final do século XVI.
  • No século XVII, as tulipas eram tão cobiçadas (e ainda raras) na Holanda, que cinco bulbos valiam tanto quanto uma casa às margens dos canais holandeses.
  • Ao presentear alguém com um buquê de tulipas amarelas, você está desejando alegria; se as tulipas forem vermelhas, é sinal de amor; já as tulipas lilases representam o amor à primeira vista – e, quem sabe, eterno!
  • Os bulbos das tulipas foram consumidos como alimentos em Amsterdam durante a Segunda Guerra Mundial, devido à escassez de gêneros alimentícios nesta época (principalmente no período do inverno, entre 1944 e 1945).
  • As tulipas continuam a crescer mesmo depois de arrancadas. Deve-se cortar a parte inferior mais clara do seu cabo e colocá-la em água e ambiente frescos para que ela dure mais.
Sobre Márcia Oliveira 114 Artigos
Márcia Oliveira é uma carioca completamente apaixonada por viagens. Atualmente mora em Munique, na Alemanha, onde trabalha como guia de turismo para brasileiros. É formada em jornalismo, tem paixão por fotografia e tecnologia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e receber mensagens dos leitores!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*